Entenda como a terceirização de processos de tecnologia pode impactar positivamente as empresas

 

Na contramão do desemprego, setor teve expansão durante a pandemia e a abertura de mais de 85 mil vagas

Mesmo com altas taxas de desemprego no Brasil, ainda há muitas áreas que enfrentam o problema contrário: falta de profissionais qualificados. Um exemplo é o setor de tecnologia, que vem tendo grande expansão no País nos últimos anos e, apenas durante a pandemia, a procura por profissionais de tecnologia aumentou mais de 670%, com a abertura de mais de 85 mil vagas.

Cada vez mais especializadas em seus setores de atuação, empresas de tecnologia e também de diferentes segmentos estão optando por um processo conhecido pela sigla BPO: o business process outsourcing, ou, em português, terceirização de processos de negócios. Na prática, implementar o BPO significa contratar profissionais ou empresas terceirizadas para cuidar de determinados assuntos da empresa, como o departamento contábil ou jurídico, por exemplo.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Provedores de Serviço de Apoio Administrativo (ABRAPSA), Manoel Valle, quando uma empresa implementa o BPO em seu setor de TI, ela está adotando tecnologias de informação e comunicação de ponta para otimizar ainda mais seus processos internos. “Com essa infraestrutura de softwares, aplicativos, ferramentas de gestão e de automação dos processos, é possível tornar etapas do processos mais eficazes, como as entradas em sistemas, a produção de relatórios, a integração com sistemas do governo e outros sistemas internos da empresa”, explica.

Além disso, ao fazer o outsourcing dos serviços de TI, a empresa passa a contar também com a experiência e conhecimento de profissionais que trabalham diretamente no setor. “A responsabilidade pelo gerenciamento das atividades envolvendo tecnologia passam a ser da contratada. Com a equipe interna focada no produto ou serviço, o BPO se mostra uma estratégia para alavancar a competitividade”, diz Valle. É destacada a importância do TI no BPO, já que este investimento é parte do diferencial do processo: “A relevância da tecnologia para os processos de BPO são indissociáveis às atividades objetos da terceirização em si; e a diferenciação competitiva dos BPOs está no seu constante investimento em TI”, completa.

 

Como funciona

Para a empresa contratante, a terceirização traz inúmeras vantagens, como a possibilidade de concentrar ainda mais o foco e energia no seu produto ou serviço, a redução de custos das operações e a eficiência e produtividade nos processos. Afinal, as atividades terceirizadas fazem parte da cadeia de produção, mas não estão diretamente ligadas com o “core business” da empresa; portanto, essas etapas podem ser delegadas para outras empresas, que tem como seu core business a prestação de serviços em determinadas áreas.

 

Conheça algumas vantagens de se adotar a terceirização nesse setor:

  1. Agilidade na implementação de tecnologias

Ao contar com os serviços de uma empresa do setor de tecnologia, a contratante tem acesso ao know-how de profissionais capacitados e que já têm experiência na área. “O mercado muda muito rápido, há sempre uma nova tecnologia, um novo software, uma nova ferramenta. Se a empresa precisa se concentrar nessa atualização e também no core business, há um desvio de foco”, avalia Valle.

 

  1. Redução de custos com infraestrutura

Sem uma equipe interna para trabalhar no desenvolvimento de processos e serviços de tecnologia, a empresa pode reduzir sua estrutura física, ou ampliar o espaço destinado ao produto ou serviço que oferece como core business. “No caso de TI, essa é uma vantagem bastante expressiva, pois o armazenamento de dados ocupa também um espaço físico, o chamado data center. Terceirizar os serviços de TI deixa essa etapa da cadeia produtiva muito mais acessível.”

 

  1. Conformidade legal no setor

Com o crescente uso de ferramentas digitais, a segurança da informação é uma grande preocupação para as empresas. Segundo Valle, ao terceirizar essa etapa do processo produtivo, a responsabilidade por segurança e pela conformidade com a legislação – como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) – fica a cargo de uma empresa que já está familiarizada com os padrões e procedimentos técnicos, minimizando os riscos para a empresa, os funcionários e os clientes.

 

  1. Manutenção da equipe

A alta procura por profissionais especializados em tecnologia, sistemas de informação, desenvolvimento de software, entre outros, faz com que muitas empresas estrangeiras contratem pessoas no Brasil, que seguem em regime de home-office. Ao contratar uma empresa terceirizada para desenvolver as atividades relacionadas à tecnologia, a empresa contratante não precisa se responsabilizar por manter a equipe que atua nessa área.

 

Sobre a ABRAPSA

Fundada em 2006, a Associação Brasileira de Provedores de Serviço de Apoio Administrativo (ABRAPSA) reúne empresas com o interesse comum de promover o Business Process Outsourcing (BPO) no Brasil. O BPO, ou terceirização de processos de negócios, é uma estratégia de adoção de serviços terceirizados em áreas como gestão, tecnologia e contabilidade para aumentar o desempenho empresarial, fomentar a colaboração, reduzir riscos e incrementar a transparência.

A entidade sem fins lucrativos reúne as principais empresas de serviços, apoio e gestão para terceiros na execução de processos de negócios de suporte para as áreas administrativa, financeira e de recursos humanos no País. Mais informações em abrapsa.org.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *