O contato com os leitores em tempos digitais

 

Se o formato online trouxe algumas limitações ou ao menos uma necessidade de adaptação para os escritores, serviu para aproximá-los dos leitores. Para a romancista Stephanie Caroline, o digital, hoje, criou uma aproximação intensa com o público, que pode, e deve, ser aproveitada ao máximo.

Como o meio digital pode ajudar escritores a se aproximarem de seus leitores? Se os últimos tempos foram extremamente transformadores para quem lê, e que teve ainda mais oportunidades com os formatos online e o acesso a plataformas de leitura, foi e ainda está sendo de total adaptação para quem escreve, especialmente para quem estava acostumado ao formato impresso.

Eu já cresci no mundo digital, conta Stephanie Carolina, romancista e autora de livros como Deixe-me Roubar seu CoraçãoNada é por Acaso13 Contos de Amor ou NãoDiário da Garota em CrisePara Sempre e seu último lançamento, Amor, Destino Final. Para Stephanie, pode ser mais simples enfrentar essa mudança mas, ainda assim, ela fala que é difícil se desapegar do livro.

“Eu costumo ler mais de 6 títulos por mês e adoro livros impressos. É difícil conhecer alguém que seja leitor assíduo e que troque facilmente, e não por necessidade, os formatos”, lembra ela. A questão é que ler online possibilita ler mais, pela acessibilidade nos valores e a facilidade de acesso aos títulos.

Stephanie enfatiza: “se por um lado é uma decisão difícil para todo mundo que publica um livro, escolher entre o tradicional e o novo, além de ser mais em conta para autores independentes, o formato online permite chegar a mais pessoas, o que torna a interação com os leitores, que também acontece de forma online, ainda maior”.

As leituras coletivas, que geralmente acontecem em grupos formados nas redes sociais, permitem que pessoas do mundo todo possam trocar ideias sobre os títulos, conviver com os autores, e essa troca acaba, como bem lembra a autora, servindo de material, inclusive, para novos escritos: “eu gosto de personagens reais, que tenham relação direta com a vida das pessoas. Por isso, essa troca se torna ainda mais rica”.

Segundo ela mesma já falou, as leituras coletivas são um outro espaço online importante para os escritores: “nas leituras, eu sinto o feedback e como o livro impacta quem lê de forma imediata”. Stephanie lembra que é preciso se adequar aos novos tempos: “hoje em dia, quanto mais interação, melhor. Por isso, o digital veio agregar. Não que o futuro não nos reserve boas surpresas presencialmente, mas eu realmente acredito que o digital veio para ficar”, finaliza.

Sobre a autora

Stephanie Caroline, que começou a escrever aos 8 anos para expressar suas emoções, escreveu seu primeiro livro, Doce Vida de Ana, aos 15 anos. A publicação aconteceu 10 anos depois, e, de lá para cá, já foram mais 6 livros: Nada é por Acaso13 Contos de Amor ou NãoDiário da Garota em CrisePara SempreDeixe-me Roubar seu Coração e o recém lançado Amor, destino final. O oitavo romance já está em desenvolvimento. Formada em Publicidade e Jornalismo, Stephanie ama ler e adora criar histórias com aquele toque mais vida real, com personagens “gente como a gente”. Suas leitoras gostam de histórias românticas, mas com um toque mais vida real e que buscam identificação e reflexão no que é revelado ao longo do livro.

 

Como comprar o último livro de Stephanie Caroline

https://amzn.to/3yArrWT

 

 

Conheça mais sobre a autora aqui:

https://instabio.cc/linksimportantesdateffy

https://www.instagram.com/stephaniec.escritora/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *